Arquivo do extinto blogue Esferovite- a vida em pedaços (13-08-2003/ 4-01-2006)

quarta-feira, novembro 23, 2005

guarda-roupa

não venhas com essa história dos shampoos coloridos para a minha casa-de-banho. inquieto e acalorado, o meu projecto de solidão segue o seu caminho fechado, roda dentada a diminuir o meu sexo contrafeito. algures entre os anos que passaram e os dias que não chegam se perdeu a minha erecção. agora não sonho mais - fico calado a olhar a vizinhança a ir para a cama. moro no sexto andar e tenho o pijama vestido.

não preciso de mais nenhuma razão para te telefonar, digo-te uma ou duas coisas quando calha. tu vives no teu íntimo a imaginar-me um grande cabrão de mau feitio, eu acordo e adormeço do mesmo lado da cama, talvez seja o frio que me esteja a imobilizar, e entretanto levanto-me a custo, tomo banho a custo, como o pequeno-almoço a custo. entre tudo isto, sangue a cair do nariz e a masturbação mal inventada. vivo entre isto e os calmantes.

não quero a tua mão ardente no meu peito, essa é imagem de um filme onde já não entro como actor. a minha erecção perdida, o meu desejo enlaçado dentro de um embrulho, pronto a enviar para longe, sem registo postal. os meus livros a caírem das estantes e o meu olhar sobressaltado a imaginar roubos no meio do silêncio da casa. adormecer e acordar do mesmo lado da cama, a cama que deve ter ficado maior com a chegada do inverno. moro no sexto andar - não me venhas com histórias.

1 comentário:

are_you__real disse...

Só porque é muito bom ler-te...
*